Como está a aparência do seu e-commerce

Como está a aparência do seu e-commerce. O e-commerce brasileiro já possui mais de 31,9 milhões de e-consumidores ativos e as previsões apontam que o setor continuará crescendo nos próximos anos. Com o mercado cada vez mais aquecido, cresce também a concorrência entre os varejistas e, nesse cenário, venderá mais a loja que entender melhor quem é o seu consumidor e suas necessidades e desejos. Ter uma loja virtual totalmente direcionada ao seu target, com um layout super atrativo e conteúdo, além de um atendimento direcionado pode ser o grande diferencial para os pequenos e médios varejistas frente à oferta massiva dos grandes concorrentes.

O layout é realmente fundamental para este processo. O ideal é que ele seja pensado para simplificar a identificação dos pontos mais importante, de fácil navegação para o usuário. Todas as páginas devem ser cuidadosamente planejadas, principalmente o que chamamos de landing page, que é a página onde o consumidor chega ao seu site, e seu principal objetivo deve ser impulsionar a navegação pelo resto do site. As Landing Pages podem, e devem, ser diferentes de acordo com o canal de comunicação e o objetivo definido para o público alvo. Assim, quem chega através de canais de desconto quer ver nitidamente as vantagens em determinados produtos ou categorias, já quem acessa através de campanhas institucionais quer ter informações sobre a empresa.

As cores também agregam muito valor estético ao seu layout, mas cuidado com exageros, e para não levar a atenção a elementos que não são importantes. O recomendável é relacionar as escolhas de cores e tipografia com a identidade visual de sua marca. Outro item imprescindível são as fotos dos produtos. Como o contato físico não existe, as fotos precisam suprir essa necessidade e transmitir confiança ao consumidor, pode parecer óbvio mas é fundamental ver o que se está comprando. Tente destacar todos os detalhes possíveis, e oferecer uma visualização completa do produto, em alta resolução. Isso, com certeza, será um diferencial para a escolha dos consumidores.

Juntamente com as imagens, ofereça conteúdo relevante ao seu público. Os e-consumidores geralmente estão em busca de informações e de preferência com poucos cliques. Como exemplo disso, os fóruns são visitados por 48% do público que pesquisa produtos na web antes de comprá-los. Se não encontrarem o que estão buscando facilmente, vão procurar as informações em outro site, possivelmente do seu concorrente. Por esse motivo, tente oferecer conteúdo relevante que mantenha seus clientes envolvidos, se possível deixe o consumidor criar o seu próprio conteúdo, incentive os reviews mesmo que sejam, em alguns casos, negativos. Assim eles entenderão sua loja como o melhor lugar para obter boa informação e, acima de tudo informação de confiança.

Abaixo algumas dicas sobre o que levar em consideração no layout de sua loja:

  • Transforme seu e-commerce na extensão de sua marca, mais que isso envolva o consumidor com o que sua marca tem de melhor.
  • Palavras-chave: simplicidade, objetividade e usabilidade. O melhor design do mundo não será eficaz se for complicado navegar em sua loja. O cliente também não permanecerá se não encontrar facilmente o que entrou para procurar.
  • Avalie o perfil de seu cliente: que tipo de conteúdo ele precisa?
  • Crie informação útil: ofereça respostas aos problemas dos clientes e seja uma fonte de informação para ajudá-lo a decidir
  • Publique frequentemente, mantenha seu site vivo.
  • Assegure-se de que o conteúdo possa ser encontrado facilmente em seu site: use palavras-chave nos títulos e tenha uma função de busca eficaz na loja virtual
  • Não se esqueça: hoje as maneiras de se desenvolver comunicação e conteúdo são bem diversificadas. Pode ser através de artigos, vídeos, newsletter, resenha de clientes, aplicativos, blogs, redes sociais, podcast, infográficos, whitepapers, e-books, dentre outros. Você não precisa desenvolver todas, mas a estratégia precisa ser bem direcionada, e utilize os recursos que estão ao seu alcance. Apesar de não ser tarefa fácil, o ideal é identificar o perfil de seu público e descobrir qual ferramenta é mais adequada. Os resultados podem ser impressionantes.