E-commerce brasileiro é o melhor da América Latina

E-commerce brasileiro é o melhor da América Latina. Índice mede o quanto um país está preparado para transformar a internet em um canal de vendas capaz de atingir os consumidores.

Um estudo encomendado pela Visa Inc. e conduzido pela AmericaEconomia Intelligence revelou que o índice que mede o quanto um país está preparado para transformar a internet em um canal de vendas capaz de atingir os consumidores subiu 31% no Brasil nos últimos dois anos.

O índice, chamado e-Readiness, compara o grau de preparação de 18 países da América Latina para o desenvolvimento do comércio eletrônico. A preparação baseia-se nas seguintes variáveis: volume de mercado, infraestrutura tecnológica, penetração dos serviços bancários, adoção de novas tecnologias pelos consumidores e força da oferta local. Todas registraram melhorias consideráveis, elevando o índice da América Latina de 0,62, em 2009, para 0,80, em 2011.

Entre os países com os maiores índices de e-Readiness da América Latina estão Brasil, com 1,24, Chile, com 0,80 e Uruguai, com 0,71. Em seguida vêm México e Argentina, com 0,69, Porto Rico com 0,63, Panamá, com 0,61, Venezuela, com 0,51, Colômbia, com 0,48, Peru, com 0,42 e Guatemala, com 0,36.