E-commerce de pizza via Facebook

E-commerce de pizza via Facebook. Esta ferramenta incrível chamada internet cada vez mais surpreende. Depois de proporcionar o envio de mensagens eletrônicas entre usuários distantes continentalmente (também conhecido como e-mail) e até mesmo o pagamento de contas (antes você precisava ir ao banco, lembra?), eis que alguém teve a brilhante ideia de (por que não?) utilizar a internet para delivery de pizza.

Foi o caso da rede de pizzaria Domino’s. Eles resolveram vender pizzas pelo Facebook na Austrália e na Nova Zelândia.

Em vez de ligar, o solicitante deve instalar um aplicativo da Domino’s no Facebook e pede diretamente pela rede social. O aplicativo pede ainda que a pessoa que comprou a pizza faça uma avaliação e compartilhe na rede social (eles devem confiar muito no taco deles – imagine se as pessoas não gostarem e passarem a fazer propaganda negativa…).

Em comunicado à imprensa, a Domino’s da Nova Zelândia diz que 156 mil pessoas já instalaram o aplicativo e que o recurso traz um componente social: o programa permite aos clientes trocarem ideia sobre a pizza e o serviço.

De tempos em tempos, o perfil da rede de pizzaria posta os menores tempos estimados para a entrega em determinadas localidades dos países. O fato é que numa rápida visita à página da Domino’s da Nova Zelândia já foi possível ver comentários criticando. “Moral da história – se você quer sua pizza rapidamente, você deve viver no sudeste de Auckland”, escreveu um usuário, revoltado com o fato de o tempo estimado para entrega ser elevado em sua região.

Bom, independente do tempo, o fato é que a Domino’s dobrou o número de usuários no Facebook e o pedido pela rede social é uma mão na roda para quem fica direto conectado.

Ah, e por enquanto, nada de pedidos na pizzaria pelo Facebook no Brasil.