E-commerces são notificados pelo Procon na Black Friday

E-commerce são notificados pelo Procon na Black Friday. Órgão diz que houve reclamações de ‘maquiagens’ nos descontos; empresas terão até o próximo dia 30 para responder.

O Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, informa que notificou nesta sexta-feira (23), as empresas Extra (lojas física e virtual), Ponto Frio, Submarino, Americanascom, Wal-Mart, Saraiva e Fast Shop , por indícios de maquiagem nos descontos, com base em denúncias que chegaram do consumidor nos tradicionais canais de atendimento e redes sociais do órgão.

O organizador do evento também será notificado para que apresente explicações sobre problemas que o consumidor teve ao no conseguir o acesso em alguns links de ofertas e sites de lojas, diz comunicado do órgão.

O Procon-SP deu prazo para as respostas até a próxima sexta-feira (30).

Muitos consumidores se queixaram dos descontos oferecidos em algumas ofertas. “É lamentável que algumas lojas ainda insistam em fazer maquiagem de preço. Contamos com a ajuda dos consumidores nesse momento, para que denunciem as ofertas falsas”, disse em comunicado à imprensa Pedro Eugênio, CEO do Busca Descontos, organizador do evento no País.

A empresa colocou no site oficial do Black Friday Brasil um botão para denúncias. Segundo a empresa, o portal já bloqueou cerca de 500 ofertas do site do Black Friday.

De acordo com ele, nos primeiros minutos da promoção foram registrados 75 mil acessos simultâneos ao site. A quantidade de acessos na primeira hora do Black Friday Brasil 2012 superou em 7 vezes o mesmo período do ano anterior, afirma a empresa.