Busca por cultura na internet

Busca por cultura na internet. O total de pessoas com acesso à internet no Brasil no primeiro trimestre de 2013 chegou a 102,3 milhões. O crescimento foi de 9% sobre os 94,2 milhões divulgados no terceiro trimestre de 2012. O estudo considerou pessoas de 16 anos ou mais de idade com acesso em qualquer ambiente (domicílios, trabalho, escolas, lan houses e outros locais), além de crianças e adolescentes (de 2 a 15 anos de idade) que têm acesso em casa.

Segundo Janette Shigenawa, diretora do IBOPE Nielsen Online, esse número de internautas confirma a importância da internet para os brasileiros nos últimos anos. “É a demonstração de que há, no Brasil, um público relevante consumindo, interagindo e comentando informações sobre as marcas e os produtos nesse novo mundo digital”, afirma Janette. “É a massificação do acesso e o processo de democratização da informação, cultura e educação”, completa.

Outra pesquisa também realizada pelo Ibope fez um resumo dos hábitos culturais dos internautas da cidade de São Paulo.

A enquete, feita durante 15 dias no mês de agosto último com 800 internautas, de faixas etárias e de classes sociais diversas, apontou que quase a totalidade dos entrevistados (94,9%) utiliza a internet para consulta de atividades sociais e culturais. Entre os jovens (16 a 29 anos) esse número sobe para 98,5%.

As principais atividades culturais, segundo o estudo, são:

  • Ir ao cinema (71,3%)
  • Ir a shows/concertos (37,1%)
  • Ir a exposições (25,1%)
  • Ir ao teatro (24,1%)
  • Participar de atividades esportivas (23,1%).

Outro dado interessante é que 29,5% já fazem downloads de livros pela web, ou seja, quase 1 em cada 3 internautas.

Os sites mais consultados pelos internautas são:
1º Catraca Livre (37,9%)
2º UOL (37,8%)
3º Veja SP (27,3%)
4º Guia da Folha (26,1%)
5º Terra (20,1%)
6º Guia da Semana (16,1%)
7º IG (12,6%)
8º Divirta-se Estadão (9,5%)
9º Cidade São Paulo (6,8%)

Dica para as empresas relacionadas à cultura e eventos do quanto é importante utilizar a internet como uma aliada na sua campanha de publicidade.

Considerando que nessa lista não aparece o Google, é bem provável que a pesquisa não deve ter incluído o principal site de busca do país no estudo. Mas isso não desmerece a importância do estudo e seu resultado. Aparecer bem posicionado nos resultados do Google pode ser o mais importante, mas certamente tem outras alterativas que poderão gerar tráfego qualificado no seu site.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *