Facebook adota novas formas de anúncio

Facebook adota novas formas de anúncio. Depois de adotar medidas que dificultam a comunicação das marcas com seus fãs sem ter que pagar por anúncios no Facebook Ads, a rede social prepara novos formatos de publicidade.

Segundo o Wall Stret Jornal, o Facebook prepara agora novos anúncios em vídeo. Mas como será que os anunciantes vão aceitar os novos modelos de publicidade no Facebook? Anunciantes estes que cada vez mais questionam a eficácia e se rebelam contra as limitações que restringem o alcance orgânico das páginas para algo em torno de 1% a 2%. A pouca visibilidade dos posts no Facebook vem causando descontentamentos, tanto que algumas marcas começam a reavaliar seu relacionamento com a rede social.

As modificações promovidas pelos engenheiros de Mark Zuckemberg, aparentemente, tinham o objetivo de fazer com que os usuários e as marcas qualificassem o conteúdo. Assim como, para aparecer na 1ª página do Google existe o SEO, o Facebook também tem o EdgeRank que é um algoritmo que filtra o conteúdo e decide se o post de alguém ou de uma fanpage vai aparecer ou não no feed dos usuários.

Teoricamente, a ideia do Facebook, assim como a do Google, é mostrar apenas o que é interessante para os usuários de acordo com vários fatores. Ou seja, através da qualificação do seu conteúdo no Facebook e do engajamento do seu público, uma fanpage passa a ter maior relevância e seus posts começam a aparecer mais, digamos, na “time line orgânica”.

Portanto o segredo para fortalecer a visibilidade da sua marca no Facebook seria oferecer conteúdo relevante, encontrar o público certo e promover o engajamento.
Mas enquanto você não consegue melhorar o Edge Rank da sua página, a saída é anunciar no Facebook Ads.

E dependendo do segmento e da criatividade do seu anúncio é possível ter resultados mesmo sem gastar tanto. É possível sim fazer campanhas no Facebook sem gastar rios de dinheiro, tanto com objetivo de atrair novos fãs como gerar visitas para o site.
Já não podemos dizer o mesmo dos anúncios em vídeo no Facebook que vem por aí. A estimativa é que cada anúncio em vídeo no Facebook pode custar ao anunciante US$ 1 milhão por dia.

Apesar do valor, esse tipo de anúncio será exibido sem som e o usuário poderá rolar a tela do site sem ver o anúncio. Segundo o WSJ, o Facebook está preocupado em não ofender seus usuários. Só que nesse processo, a rede social está se arriscando a ofender e perder possíveis anunciantes como já vem perdendo.

Apesar disso tudo, o Facebook espera que os anúncios em vídeo aumentem seu faturamento, mas a verdade é que o formato ainda é visto com moderação pelas agências e compradores de mídia que informam que estão aguardando para ver se os anúncios serão eficazes, antes de adotá-los.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *