Mudanças no Facebook para propagandas

Mudanças no Facebook para propagandas. O Facebook anunciou duas mudanças. A primeira,segundo a Reuters, é que a rede social de Mark Zuckerberg passará a cobrar por um serviço que, por enquanto, é gratuito. Para veicular as ofertas promocionais, as empresas deverão desembolsar, pelo menos, cindo dólares. O custo pode variar de acordo com o tamanho da página da companhia.

Somente algumas páginas possuem a ferramenta lançada no início deste ano. “Eles devem conseguir cobrar uma tarifa, seja sobre uma oferta ou sobre qualquer outra ferramenta de marketing”, disse Colin Sebastian à Reuters, analista da R.W. Baird.

Desde seu IPO, o Facebook tem sido pressionado por Wall Street para mostrar como pode obter lucro.

A outra mudança da maior rede social do mundo é que ela está testando a sincronização com fotos de usuários tiradas em aparelhos com sistema operacional Android. Tal função coloca as imagens capturadas por algum smartphone diretamente na rede social para que o internauta, posteriormente, escolha quais serão compartilhadas.

O rival do Facebook, o Google+, já permite a sincronização por meio do aplicativo Instant Upload. Ele envia as fotos tiradas pelo celular para um álbum particular no Google+ e, em seguida, permite a escolha de quais imagens serão compartilhadas nos círculos da pessoa.