Alinadas para seu e-commerce

Alinadas para seu e-commerce. Para muitos novos e-commerces, definir uma estratégia de atuação para obter um melhor retorno financeiro é uma grande dificuldade. Muitos se perguntam se mais vale apostar na performance ou no branding. Cada uma dessas estratégias apresentam vantagens, mas o que vai proporcionar mais benefícios é a união de ambas.

Para ficar mais claro, vou fazer um breve resumo sobre cada uma e como elas podem ser aplicadas ao seu negócio. O branding é aposta mais comum dos iniciantes pela facilidade com que ela é entendida e por também desconhecerem a utilização de outros métodos que possam melhorar o desempenho de seu negócio. Os formatos mais utilizados para expor a marca são banners, backgrounds e pop-ups. Algumas destas plataformas para propagandas, no entanto, estão longe de serem as favoritas de quem utiliza a internet. Os pop-ups, por exemplo, são considerados verdadeiros transtornos. Não foi a toa que inventaram sistemas que bloqueiam essas janelas de publicidade.

É necessário escolher a melhor meio para aplicar o branding, pois o objetivo é fixar a marca na mente do usuário, fazendo com que assim ela seja lembrada em uma próxima compra. Por este motivo, esse investimento trás retorno a longo prazo, ou seja, os resultados não são imediatos.

Outra vertente de investimento é a performance. Como o próprio nome diz, ela tem o intuito de conseguir o maior retorno possível de um investimento. Dar atenção à infraestrutura e ao funcionamento do site é um exemplo de quem aposta nela, pois essas medidas garantem que mais usuários acessem o site, sem a utilização de anúncio. Quem optar por ela vai ter um pouco mais de trabalho para entender termos como ROI (Retorno de Investimento), CPC (Custo por Clique), conversão e vários outros. Apesar das dificuldades iniciais, investir em ações e ferramentas consideradas “de desempenho” é vantajoso para quem busca ganhos financeiros mais rápidos.

Conseguir trabalhar com as duas estratégias é, portanto, buscar unir fixação de marca e avaliação de efetividade das suas ações. Um bom exemplo onde branding e performance caminham juntas é em uma campanha num site comparador de preços. Uma loja que disponibiliza seu catálogo de produtos em um comparador está investindo em performance, pois todos os usuários do site terão acesso aos itens que ele tem disponível, aumentando consideravelmente as vendas. No entanto, se a empresa também investe em banners, backgrounds e sempre deixa seus produtos expostos em nas áreas de destaque, está investindo em branding. Aliar as duas ferramentas é a solução para quem procura um resultado maior e também mais duradouro.