E-commerce feminino em crescimento

E-commerce feminino em crescimento. Mulheres são apaixonadas e sonhadoras por natureza, e muitas vezes enxergam na realização de uma compra, um sonho realizado.

Por isso existem milhares de ofertas de tratamentos estéticos, cosméticos, viagens e serviços voltados a elas em toda a internet. Atualmente, as mulheres compram a mesma quantidade que os homens e a tendência é que seja ainda maior. Essa participação feminina no comércio eletrônico vem aumentando significativamente.

Em 2001, elas representavam 39%, em 2005, 42% e, em 2010, 50% dos e-consumidores, segundo o e-bit, canal referência no monitoramento e fornecimento de informações sobre o e-commerce no Brasil. Para completar o cenário, o instituto DataPopular divulgou que as mulheres da classe C já representam a maioria dos consumidores nos principais canais de compra no varejo.

O crescimento nos setores de beleza, saúde, moda, acessórios também contribuiu para o público feminino freqüentar mais as lojas virtuais. Além disso, a mulher busca a satisfação pessoal, com pequenos luxos como sapatos, perfumes, cosméticos e acessórios.

Para Luiz Nascimento, diretor comercial da Direct Express, “é preciso saber como criar um ambiente da web que harmonize com a sensibilidade das mulheres, não só objetivando a venda do produto, mas reconhecendo seu poder para tal”, afirma.

As mulheres são seletivas e tem cuidado maior na hora de realizar a compra, seja na loja física ou na  loja virtual. Elas são mais críticas, exigentes e atentas aos diferenciais.