Micro e-commerce mais acessível

Micro e-commerce mais acessível. É cada vez mais acessível desenvolver uma loja virtual.

Existem boas plataformas de e-commerce com justo custo de manutenção que agora estão ao alcance até mesmo de pessoas físicas ou micro empresário. É de se esperar uma série de lojas geridas por pessoas físicas para o escoamento de pequenas produções artesanais e pontos de vendas de micro empreendimentos. Essa é uma das tendências do e-commerce em 2013 que deverá ficar bem evidente já a partir do segundo semestre.

Aqui vão algumas dicas para quem realmente deseja abrir uma loja virtual:

Conheça o mercado virtual:

Do mesmo modo que antes de abrir uma loja física é necessário fazer um levantamento de local, de estratégias e de mercado, o mesmo deverá ser feito para uma loja virtual. Analise se os seus produtos podem competir com a concorrência, analise todo o custo/benefício, enfim, faça um levantamento criterioso;
Selecione os produtos que serão vendidos:

Faça uma seleção dos produtos que pretende vender na loja virtual. Separe fotos e informações detalhadas sobre eles;
No momento de criação de um site de vendas, já inclua blogs ou mesmo redes sociais para uma interação maior entre lojista e cliente assim, o elo entre os dois maiores personagens do e-commerce será menor e consequentemente, maior exposição, com maiores oportunidades de bons negócios, não se esqueça de escolher um layout responsivo;
Inicialmente, para chamar a atenção de seu site, crie um diferencial, seja uma promoção de primeiras compras, um sorteio, distribuição de brindes, enfim, você pode aproveitar as redes sociais e divulgar o seu site e a tal promoção de inauguração;
Estipule os meios de pagamento:

Faça uma pesquisa e veja qual o melhor meio de pagamento é interessante para o seu comércio.
Existe na internet algumas alternativas próprias para e-commerce, muitas delas é necessário pagar uma porcentagem para a prestadora do serviço.