Varejo brasilerio na internet

Varejo brasilerio na internet. O e-commerce brasileiro representa atualmente 2% de todo o comércio varejista, segundo um estudo divulgado em junho de 2012 pela Braspag.

A pesquisa ainda conclui que os varejistas Pureplayers – que possuem somente operações de comércio na internet – correspondem por 20% das vendas do comércio eletrônico brasileiro.

De acordo com Gastão Mattos, CEO da Braspag, embora os varejistas multicanal (que operam on-line e off-line) eram maioria entre os novos entrantes no e-commerce em 2011, é esperado que esta lógica se inverta com o passar dos anos. “Contudo, existe uma tendência de maior relevância na abordagem Pureplayers para novos entrantes”, conta.

Mattos ainda acrescenta que a facilidade em terceirizar os processos, juntamente com uma curva de aprendizado curta, está favorecendo o surgimento de novos empreendimentos na internet. “O mercado está mais maduro, com os consumidores online crescendo, gerando uma forte migração para as compras pela Internet”.

O levantamento também revela que o tíquete médio das empresas Pureplayers é menor que das Multicanal: enquanto o valor médio das vendas desse último cresceu 8% para R$ 411, o tíquete médio dos varejistas nativos da web cedeu 6% para R$ 196.

“O percentual menor das pureplayers é facilmente explicado pela natureza dessas lojas, quase sempre de nicho, que vende uma categoria de produto”.