E-mail marketing social media

E-mail marketing social media. No último fórum aberto da American Express realizado em 3 de dezembro houve um grande debate sobre como as novas tecnologias e o crescimento da social media estão presentes nas rotinas de pequenas empresas. Segundo o Mashable de Pete Cashmore, um dos maiores blogs sobre social media da atualidade, as empresas estão apostando alto nas “ferramentas de mídias sociais”. A possibilidade de interação e compartilhamento tem papel fundamental para a criação colaborativa de informação, o que já faz parte do planejamento de marketing empresarial.

Nesse contexto de mídias sociais, o e-mail marketing torna-se um aliado na propagação de marcas e conceitos. É importante manter um equilíbrio para não se perder no processo de envio e oferecer aos seus clientes a oportunidade de compartilhar o e-mail recebido com os amigos pelas redes sociais.

Ao compartilhar o e-mail, haverá um incentivo para novos cliques e consequentemente, para o aumento das taxas de conversão; despertar em seu cliente o desejo de compartilhar e disseminar as informações enviadas sobre sua empresa ou produtos é um das formas mais eficazes de atingir os públicos nos dias de hoje. Os conteúdos compartilhados de forma espontânea, por uma pessoa do seu círculo de confiança, acaba tendo mais valor do que um anúncio pago.

O último estudo divulgado pela Nielsen nos EUA, ‘State of the Media: The Social Media Report 2012’ identificou que 33% dos usuários acham que anúncios em redes sociais são mais chatos do que em outras mídias, mas 26% deles prestam mais atenção em um anúncio que foi compartilhado por um amigo. Isso acontece porque no ambiente das redes sociais as pessoas de uma rede de relacionamento tem grandes chances de apresentar interesses semelhantes a de seus pares, assim, a segmentação acaba sendo feita pelos próprios usuários.

Por isso, a integração entre meios, ao ser realizada de forma efetiva, gera resultados significativos para as pequenas empresas que não tem tanta visibilidade na mídia. Podemos observar exemplos bem-sucedidos da utilização do e-mail como ferramenta integrada a social media, em empresas que já optam por realizar promoções diretamente em suas fanpages. Neste caso, as empresas podem enviar campanhas de e-mail marketing com links que direcionem os usuários à sua página oficial do Facebook. Aqui, o e-mail marketing passa a ter uma função inversa, mas igualmente efetiva. O envio de newsletters que direcionam a estratégicas específicas para o Facebook motiva o cliente a compartilhar essa informação, aumentando a exposição de sua marca na rede.

Outro caminho que também pode gerar bons resultados é utilizar o e-mail como ferramenta estratégica para a construção de um relacionamento “vip” com o cliente. A empresa pode informar em seus canais oficiais de Twittter e Facebook sobre uma oferta especial disponível somente aossubscribers Desde que os usuários estiverem cientes de que terão que assinar as newsletters para participar da promoção essa é uma ótima maneira de aumentar sua base de assinantes e conquistar novos públicos.

Por meio destes dois exemplos, observamos a versatilidade que essa ferramenta, se bem aproveitada, ainda pode oferecer às estratégias de comunicação. No Brasil, ainda vemos pequenas empresas acreditando que a “clusterização” é a única saída para atingir seus clientes. Nosso papel, como gestores das empresas de e-mail marketing, é apresentar o potencial do segmento e integrá-lo às ações de seus demais canais de comunicação.

Quando bem planejado ao lado das redes sociais, o e-mail marketing mantém a empresa em contato constante com seu público-alvo.

Há teóricos norte-americanos e executivos do setor que já vislumbram a união entre e-mail marketing e social media; ambos como um único canal; um canal que possa desvendar ainda mais sobre o que quer, o que pensa e o que tanto influencia realmente os consumidores do século 21.